quinta-feira, 23 de abril de 2015

Há trinta anos que a Arrábida me fascina!

 Há 35 anos, fui a Paris pela primeira vez e fiquei deslumbrada. Há 30 anos que sou professora e ainda não me arrependi.  Há 28 anos, fiz interrail e viajei sem destino. Há 20 anos que moro em  Setúbal, cidade que escolhi para viver. Há treze anos, fui mãe e foi um momento mágico!


       Há trinta anos que a Arrábida me fascina!    Foto de Sara Oliveira

Este texto é sobre a utilização do  (verbo haver) com expressões de tempo. A forma que eu encontrei para explicar o seu emprego foi o de partilhar com quem passa por aqui, por acaso ou não, alguns momentos felizes da minha vida. Cuidem bem da nossa língua e não se desculpem com o acordo ortográfico. Facto continua a escrever-se com C e cágado continua a ter acento, como palavra esdrúxula que é. Filtrem a informação que partilham por essas redes sociais que, muitas vezes, induzem as pessoas em erro. A língua portuguesa (com sotaque ou sem) agradece!

4 comentários:

Reflexos e Sinais da Alma disse...

Olá , passei por esta sua Casa e gostei muito , a Arrábida que conheço há cerca de 30 anos , pela sua paisagem magnífica (pela estrada de cima ) com os miradouros de excelencia , bem como as suas praias fantásticas ( Portinho da Arrábida , Albarquel , Figueirinha , Galápagos , etc ) são praias que vou visitando sempre que posso , pois também vivo no distrito de Setúbal ... Virei mais vezes :) UIm Abraço !

Graça Pires disse...

A Arrábida é realmente fascinante, como fascinantes foram os momentos que relatou e o modo como utilizou a nossa língua materna.
Um beijo.

As Estações do Ano disse...

Obrigada Graça pelo seu comentário. Apesar de 'As Estações do Ano' não ser um blogue sobre ortografia, o mau uso da língua portuguesa é algo que me entristece e desanima ... Tentei tratar o tema delicadamente!

As Estações do Ano disse...

Obrigada ao editor do blogue 'Reflexos e Sinais da Alma'. Será sempre bem vindo nesta estação. Quando passar por cá, pare e fique ... se for caso disso, claro!